Papa recorda as feridas da pandemia e convida a olhar para Jesus

Com a retomada das audiências depois da pausa de verão, o Pontífice inicia um ciclo de catequese centrado na pandemia. Com o tema “Curar o mundo”, o  papa reitera que a Covid-19 “continua causando feridas profundas, desmascarando as nossas vulnerabilidades”. “Há muitos mortos, muitos doentes, em todos os continentes”, sublinhou o Papa, e “muitas pessoas e famílias vivem um tempo de incerteza, devido a problemas socioeconômicos, que atingem especialmente os mais pobres”.
“Por este motivo”, disse Francisco, “devemos manter o nosso olhar fixo firmemente em Jesus e com esta fé abraçar a esperança do Reino de Deus que o próprio Jesus nos traz. Um Reino de cura e salvação que já está presente entre nós. Um Reino de justiça e paz que se manifesta através de obras de caridade, que por sua vez aumentam a esperança e fortalecem a fé”. “Na tradição cristã, fé, esperança e caridade são muito mais do que sentimentos ou atitudes. São virtudes infundidas em nós pela graça do Espírito Santo: dons que nos curam e nos fazem curar, dons que nos abrem novos horizontes, até quando navegamos nas difíceis águas do nosso tempo”, frisou o Pontífice, acrescentando: Um novo encontro com o Evangelho da fé, da esperança e do amor nos convida a assumir um espírito criativo e renovado. Desta forma, poderemos transformar as raízes das nossas enfermidades físicas, espirituais e sociais. Poderemos curar profundamente as estruturas injustas e as práticas destrutivas que nos separam uns dos outros, ameaçando a família humana e o nosso planeta. 
https://www.vaticannews.va/pt.html

 
Indique a um amigo
 
 
Mais artigos