FECHAR
Popup
 
 
 
Campanha da Fraternidade Ecumênica

Proposta pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) a Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE) é parte do itinerário quaresmal em preparação para celebrar a Páscoa do Senhor. Em conjunto com as demais Igrejas-membros do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), a CFE 2021 é a quinta edição dessa iniciativa que fortalece a caminhada ecumênica da Igreja conforme o convite de São João Paulo II na carta encíclica Ut Unum Sint. A CEF é uma iniciativa da Igreja no Brasil que, desde 1964, vem iniciando diversos processos de transformação à luz da Palavra de Deus como resposta do coração que se converte. Esse processo no centro da espiritualidade quaresmal “nos provoca a pensarmos e repensarmos cotidianamente nossa forma de estar no mundo”. Na busca pela conversão o convite é para refletir “como nos envolvemos com as transformações sociais, econômicas, espirituais, ecológicas, individuais e coletivas, a fim de que sejamos, cada vez mais coerentes com os ensinamentos de Jesus nos Evangelhos”. O Catecismo da Igreja Católica ressalta as três formas de penitência interior do cristão ensinadas pela Escritura e pelos Padres da Igreja: o jejum, a oração e a esmola. Elas “exprimem a conversão, em relação a si mesmo, a Deus e aos outros”. No parágrafo 1435, a Igreja ensina que “a conversão se realiza na vida cotidiana por gestos de reconciliação, pelo cuidado dos pobres, o exercício e a defesa da justiça e do direito, pela confissão das próprias faltas, pela correção fraterna, a revisão de vida, o exame de consciência, a direção espiritual, a aceitação dos sofrimentos, a coragem de suportar a perseguição por amor da justiça”. Fonte: CNBB

 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas